23 de jul de 2009

A posse de Obama


Fiz este desenho na ocasião da posse de Barack Obama na presidência dos EUA, em janeiro deste ano. A inspiração inicial veio de uma frase dita pelo comediante Jamie Foxx, durante um dos bailes realizados após a cerimônia de posse. Ao ver Obama dançando com a primeira dama, Foxx teria afirmado:"Eu podia dizer que era um presidente negro, pela forma como ele se movia". A frase parece reforçar a existência deste mito, de que os afrodescendentes possuem um talento natural para a dança e para os ritmos. Questionável, mas talvez tenha fundamento.



Lembrei imediatamente de uma frase de Paulo Francis, dita na TV a muitos anos, quando Michael Jackson começava a impressionar o mundo com seu processo evidente de branqueamento gradual. A frase era mais ou menos assim: "Michael Jackson é hoje a mulata mais graciosa da América desde Lena Horne". Na época eu era criança, mas já achei engraçadíssima esta frase. Só para esclarecer, Lena Horne é uma cantora e atriz norte-americana que fez muito sucesso nas décadas de 40 e 50.




Caso Paulo Francis ainda estivesse vivo, ao ouvir a frase de Jamie Foxx, talvez fosse levado a rever sua afirmação e dissesse: "Obama é hoje a mulata mais graciosa da América desde Michael Jackson." Obama superou Michael, que, por sua vez, já havia superado a Lena. E assim vai dançando a humanidade pelos bailes da vida, da arte e da política.


O cenário e a postura de Obama no desenho são inspirados em uma foto de Evandro Teixeira, que mostra a atriz Zezé Mota sobre um carro alegórico de escola de samba. A foto foi utilizada por ele para traduzir em imagem a música "A tua presença morena", no projeto "A imagem do som", em que artistas plásticos de diversas áreas foram convidados a criar imagens inspiradas nas músicas de Caetano Veloso.




Um comentário: