3 de fev de 2009

Amy de Ataíde




Concluí ontem esta charge que mostra Amy Winehouse em cenário inspirado na obra do Mestre Ataíde que ornamenta o teto da Igreja de São Francisco em Ouro Preto. Ela está no lugar da Virgem Maria e vem acompanhada de quatro anjinhos negros, inspirados em fotos de meninos de rua do Brasil. É uma forma de redimir a minha Diva maior, colocando-a nas alturas (se não me engano a obra de Ataíde se chama "Ascenção da Virgem") no momento em que ela chafurda na lama e parece descer aos infernos.






Os anjinhos negros, além de trazê-la para mais próximo do Brasil, fazem referência também aos dançarinos que acompanham Amy em seus shows. Os movimentos da dança que executam são uma mistura dos passos destes dançarinos no palco com a ginga da capoeira brasileira.






Confesso que a caricatura da Amy a deixou com cara de princesa da Disney. Mas foi uma escolha deliberada. Não a quero desdentada e cadavérica, mas sorridente e sedutora, ainda que bêbada, como em seus melhores momentos. Além do mais, dei risadas quando percebi, ao final do trabalho, que a imagem lembra a cena em que Branca de Neve dança com os sete anões no filme da Disney que foi uma das fixações da minha infância... Artimanhas do inconsciente.