16 de jan de 2013

PAZ, CONCÓRDIA E PRAZERES


A segunda ilustração da série feita no CEAD, para o curso sobre relações raciais:




O quadro “Paz e concórdia” foi pintado por Pedro Américo no final do século XIX, sob encomenda do governo brasileiro, num contexto de afirmação dos valores oficiais da república recém proclamada, incluindo a abolição da escravatura. Curioso perceber que no quadro original não existem negros retratados. Recriamos então a imagem tentando sugerir como ela seria pintada por Heitor dos Prazeres (1898 – 1966), pintor negro, sem formação acadêmica, autor de uma obra repleta de referências ao cotidiano e a cultura da população negra do Rio de Janeiro. Não pretendemos reproduzir o traço e o estilo do autor mas preservar o colorido e a atitude de suas figuras, a celebração, o movimento, o gesto, a dança, os olhos sempre voltados ao céu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário